Pesquisar neste blog

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Pernil assado suculento e macio


Para preparar um pernil de porco ou de cordeiro bem saboroso, suculento e evitar que fique uma carne muito seca, o segredo está na marinada que dá sabor e ajuda a amaciar as fibras da carne. O ideal é deixar o pernil de molho na marinada em um recipiente coberto e dentro da geladeira, durante 24 horas ou pelo menos 12 horas.

Para cada 3 quilos de carne use a seguinte marinada:
2 cebolas picadas
10 dentes de alho picados
1/2 xícara de salsa fresca picada com as mãos
1/2 xícara de cebolinha fresca picada
2 pimentas vermelhas picadas (opcional)
2 folhas de louro amassadas com as mãos
1 ramo de alecrim fresco (opcional)
3 cravos-da-índia, inteiros
1/2 colher de sal fino
1/2 xícara ou 120 ml de suco fresco de limão ou laranja
2 xícaras ou 480 ml de vinho branco seco
1/4 xícara ou 60 ml de azeite de oliva

Um detalhe importante é que a peça de carne esteja totalmente descongelada.
Seque totalmente a carne com um papel-toalha e salgue a carne em todos os lados.
Coloque a carne num recipiente grande e faça alguns furos com garfo ou faquinha de cozinha.
Despeje todos os ingredientes da marinada por cima.
Misture bem com as mãos, massageando a carne com os temperos.
Cubra o recipiente e leve à geladeira para marinar.
Durante a marinada, vire a carne para que possa agregar o tempero.

Ingredientes para assar:
4 dentes de alho
1/2 xícara de vinho do Porto
1/2 xícara de azeite
2 colheres (sopa) de farinha de trigo

Retire o pernil da marinada e seque-o com papel absorvente.
Faça 4 pequenos cortes no pernil e coloque 4 dentes de alho inteiros.
Coe a marinada e reserve.
Coloque o pernil numa assadeira grande e regue-o com vinho do Porto e azeite.
Adicione 2 xícaras do caldo da marinada reservado.
Cubra com papel alumínio e leve para assar em forno preaquecido em temperatura alta por 20 minutos.
Após esse tempo, diminua para temperatura para média e asse por 1h30.
Verifique se é necessário acrescentar mais caldo da marinada.
Depois desse tempo, retire o papel alumínio e deixe dourar por 20 minutos.
Tire-o do forno e coloque-o em uma travessa.
Coe o caldo do cozimento e ponha em uma panela.
Acrescente a farinha de trigo e mexa até engrossar.
Regue o pernil com o molho, decore a gosto e sirva a seguir.

Dicas:
O tempo de cozimento depende do tamanho da peça. Peças maiores podem demandar mais tempo.
Ao colocar na travessa, decore com frutas saltadas na manteiga e castanhas ou farofa.
Não esqueça de servir limão fatiado que dá um sabor especial e reduz a gordura.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Tabule, uma salada refrescante


Essencial na culinária árabe e naturalista, o triguilho ou bulgur é rico em proteínas, ferro e fibras, particularmente o trigo de sêmola dura. Muito usado na culinária sírio-libanesa e na cozinha mediterrânica, com seu sabor inconfundível é ideal no preparo de quibes e saladas. O tabule é uma clássica salada libanesa, sendo recomendado para dias quentes e a hortelã dá ao prato um toque super refrescante.
Ingredientes
  • Trigo para kibe
  • Tomate cortado em quadradinhos
  • Pepino cortado em quadradinhos
  • Cebola branca ralada (opcional)
  • Cebolinha picadinha
  • hortelã picadinha
  • salsinha picadinha
  • Azeite
  • Limão
  • Tahine
  • Alface
 
Modo de preparo
  • Coloque o trigo de molho em água pelo menos durante 1 hora e meia para que o trigo fique bem macio. Se quiser antecipar esse processo, derrame água quente sobre o trigo e reserve.
  • Prepare o molho, misturando o azeite, limão e o tahine a gosto.
  • Escorra a água do trigo e misture com o tomate, pepino, cebola, cebolinha, salsinha e hortelã.
  • Misture o molho do tempero apenas na hora de servir.
  • Sirva com alface e pão sírio.
Informações nutricionais:
  • O triguilho é rico em proteinas, ferro e fibras e concentra concentra todas as propriedades nutricionais do cereal integral. 
  •  No interior do grão, o gérmen concentra minerais como potássio, zinco, magnésio, selênio e ainda é rico em vitamina E. 
  • As fibras trazem sensação de saciedade, auxiliando no controle do peso. 
  • O amido contém um carboidrato complexo, portanto, absorvido lentamente pelo organismo. Isso evita picos ou quedas acentuadas nos níveis de glicose. 
  • Como fonte de energia, poupa a queima de proteínas favorecendo a manutenção da massa muscular. 
  • O selênio e a vitamina "E" possuem ação antioxidante e protegem o organismo contra a ação de radicais livres. Juntos nos protegem de diversas doenças cardiovasculares. 
  • O tabule é considerado nutritivo por acrescentar as propriedades do triguilho com outros legumes de baixo teor calórico e com concentração de vitamina "C": tomate, pepino, cebola, alface, hortelã, limão, além do azeite que é rico em Omega 3.  

sábado, 17 de novembro de 2012

Patê de Grão de Bico ou Hommus


O grão-de-bico, também chamado de gravanço, é muito utilizado na culinária árabe. Fácil de preparar, o Patê de grão de bico chamado de Hommus ou Musabbaha, reúne temperos saudáveis como o alho, a salsinha, o manjericão e azeite podendo substituir a manteiga nos lanches e evitando o consumo de gordura saturada. Também pode servir como recheio de sanduíches, biscoitos e torradinhas ou acompanhando as saladas. 
  • Além de saboroso é um um alimento muito nutritivo que contém proteinas, sais minerais e vitaminas do complexo "B". 
  • Devido à quantidade de amido, é fonte de energia. 
  • É eficaz no combate de gorduras, açucar e colesterol no organismo, por proporcionar saciedade também ajuda nas dietas de emagrecimento. 
  • Contém uma generosa quantidade de cálcio, ferro, magnésio mas principalmente triptofano que produz a serotonina. 
  • Ao ativar os centros cerebrais, dão a sensação de bem-estar e satisfação, por isso é chamado de "Grão da alegria". 

Ingredientes

250 gramas de grão de bico
3 dentes de alho
6 colheres de azeite
1/2 xícara de salsinha/cebolinha fresca
1/2 xícara de folhas de manjericão fresco
1/2 xícara de folhas de hortelã fresca
1/2 xícara de azeitona(opcional) ou 1 colher de alcaparras

3 colheres de tahine ou pasta de gergelim
Tempero a gosto.

Modo de preparo
 

Deixe o grão de bico de molho em água por meia hora.
Leve para cozinhar em panela de pressão por meia hora.
Escorra o grão de bico cozido e coloque no processador junto com os demais ingredientes.
Deixe triturar até formar um patê cremoso e homogêneo. Tempere a gosto.
Sirva com pão sírio, hortelã, alface e azeite.


Dicas: 
Existe um condimento árabe chamado Zaatar, mas leva apenas 1/2 colher e talvez não agrade a todos os paladares.


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Panqueca recheada

 
Ingredientes da massa:
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de amido de milho
  • 1/2 xícara de leite
  • 1/2 xícara de água
  • 2 ovos
  • 4 colheres de óleo
  • sal a gosto
 
Modo de preparo:
  • Bata no liquidificador durante alguns minutos, os ovos, leite, a água, sal e o óleo. 
  • Acrescente aos poucos a farinha e o amido.
  • A massa deve ficar pastosa, mas não muito grossa.
  • Espalhe óleo sobre uma frigideira anti-anderente.
  • Espalhe uma porção fina da massa no meio da frigideira e vá girando para espalhar a massa no fundo da frigideira.
  • Quando a massa estiver frita e solta, vire a panqueca.
  • Deixe fritar do outro lado e vá reservando.
 
Ingredientes do Recheio
 
  • 1 maço de espinafre de 200 gramas
  • 200 gramas de frango cozido e desfiado
  • 300 gramas de ricota
  • 2 colheres de azeite
  • 1 dente de alho picado
  • sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 1 pitada de noz moscada
  •  
Modo de Preparo
 
  • Lave as folhas de espinafre sob água corrente e deixe de molho na água por 10 minutos.
  • Retire da água e deixe escorrer.
  • Cozinhe o espinafre em uma panela com água fervente por 4 minutos.
  • Retire os espinafres com uma escumadeira e deixe escorrer o excesso de água.
  • Corte o espinafre em tiras e reserve.
  • Refogue o alho por 1 minuto em óleo quente.
  • Acrescente o espinafre, o frango desfiado, tempere e misture por 3 minutos.
  • Retire e numa tigela junte com a ricota, a noz moscada e misture.
  • Recheie as panquecas e sirva com molho de tomates ou molho branco.

domingo, 9 de setembro de 2012

Sopa Creme de abóbora


Ingredientes
 
  • 500 gr de abóbora descascada e cortada em pedaços pequenos
  • 1 cebola grande picadinha
  • 2 dentes de alho picadinho
  • 1 colher de azeite
  • 1/2 litro de água
  • 1 cubos de caldo de galinha
  • 1 pimenta dedo de moça picada em pedacinhos e sem sementes
  • 1 colherinha de curry
  • sal a gosto
  • 1 caixinha de creme de leite sem soro
  • Opção de guarnição: cebolinha picadinha ou folhinha de salsa
 
Modo de preparo
 
  • Ao cortar a abóbora corte os pedaços do mesmo tamanho para cozinhar por igual.
  • Leve ao fogo uma panela com o azeite e refogue ligeiramente o alho e a cebola.
  • Junte a abóbora picada, misture e acrescente a água.
  • Acrescente o caldo de galinha e a pimenta.
  • Deixe cozinhar até que a abóbora esteja macia.
  • Depois de cozida, retire toda a mistura e bata no liquidificador.
  • Retorne a mistura à panela e acrescente o curry e tempere com sal a gosto.
  • Aguarde levantar fervura.
  • Desligue o fogo e sirva em tigelinhas.
  • Coloque 1 colher de creme de leite por cima do caldo.
  • Guarneça com cebolinha ou salsinha.

Propriedades nutricionais:
  • A abóbora reduz o risco de câncer por possuir o antioxidante betacaroteno de acordo com o National Cancer Institute.
  • Protege a pele: os carotenóides presentes na abóbora têm o poder de neutralizar os radicais livres e e manter as células cancerígenas à distância. Além disso, ajudam no combate às rugas
  • Ajuda na recuperação pós-treino. Um copo de abóbora cozida tem mais potássio do que uma banana 564 miligramas, enquanto a banana tem cerca de 422. Essa reposição é importante para equilibrar os eletrólitos pós-treino e manter os músculos funcionamento na sua melhor forma
  • Auxilia o sistema imunológico: Um copo de abóbora cozida contém mais do que 11 miligramas de vitamina C, ou seja, 20% das 60 miligramas recomendadas diariamente para uma mulher (homens devem ingerir cerca de 75 miligramas)
  • As sementes torradas de abobora são ricas em fitoesteróis, que têm sido associados em estudos como redutores do colesterol ruim.
  • Melhora o humor: as sementes da abóbora são ricas em triptofano, um ingrediente importante na produção de serotonina, um dos principais responsáveis quando se trata de nosso humor. Um punhado de sementes de abóbora torrada pode ajudar a melhorar o seu dia.

sábado, 18 de agosto de 2012

Ovos, dicas de uso



Compra e armazenamento de ovos

Uma alimentação saudável deve incluir ovos, mas para isso é preciso alguns cuidados. O primeiro cuidado começa na seleção de compra, sendo importante inspeciona-los pois alguns detalhes podem influenciar no resultado de uma receita.

O armazenamento do ovo fresco deve ser cuidadoso, porque principalmente com a ação de microorganismos podem ocorrer processos de desintegração químicos e físicos, que influenciam no frescor e sabor. O principal método para a conservação do ovo é a refrigeração em baixas temperaturas de 13º a 15°C, com 70% de umidade.

Na refrigeração os ovos não devem ser conservados na porta da geladeira, pois a constante abertura da porta faz com que percam a refrigeração. É melhor mantê-lo nas primeiras grades da geladeira. Caso ovo esteja grudado na embalagem pode indicar ovos trincados ou quebrados que já não podem mais ser consumidos.
 
Galinhas mais jovens põem ovos menores do que as galinhas mais velhas. Logo após a postura, o ovo fica susceptível à perda de umidade e qualidade. Portanto, prefira os ovos médios que são melhores para fazer bolo. Os extra-grandes fazem o bolo crescer no cozimento e murchar depois.

Quando quebrado num prato o ovo deve apresentar forma arredondada, a gema abaulada bem centralizada e completamente recoberta pela clara espessa. Se a clara estiver aguada e rala, o ovo não está fresco.


Ovos batidos
 
Os ovos devem ser retirados da geladeira meia hora antes de serem usados e expostos à temperatura ambiente. Dessa forma os ovos batidos ficam mais fofos, ganham mais volume e crescem, além de que as gemas se separam mais facilmente da clara. Quando os ovos estão gelados as as gemas ficam mais aderentes e não se separam das claras, além de que claras geladas rendem menos. 

Outra dica para que as claras cresçam é usar vasilhas ou pás da batedeira bem secas e sem qualquer vestígio de gordura. É preferível utilizar vasilhas de louça ou de plástico para bater as claras do que vasilhas de alumínio.

Uma pitada de açúcar ou gotas de limão, cremor de tártaro ou vinagre acrescentado à clara batida em neve dá maior firmeza e elasticidade, que se dilata mais quando aquecida e adere melhor aos demais ingredientes.

O sal na clara em neve também produz espuma mais firme, porém faz com que a clara perca a elasticidade e não permite que ela dilate quando aquecida. Entretanto, misturar creme de leite com duas claras batidas em neve e uma pitada de sal faz com que renda mais.

Logo depois de batidas as claras devem ser usadas imediatamente, evitando assim que comecem a ficar líquidas. Se isso acontece elas não voltam à sua forma anterior. Ao juntar a clara em neve a outros ingredientes, faça-o aos poucos com delicadeza e sem bater, caso contrário também pode se tornar líquida.

E evite misturar ovos crus com líquidos quentes pois tendem a talhar. Para acrescentar gemas a uma mistura quente, bata-as até que engrossem. Acrescente a elas um pouco da mistura quente e mexa vigorosamente e só depois junte ao restante da mistura quente. Além disso, ao serem batidas melhoram o sabor das gemas.



 

Omeletes, suflês, fritada e suspiro

Os ovos batidos em temperatura ambiente ficam mais fofos e crescem mais. Além disso, quando se quer fazer omeletes leves e fofas basta acrescentar uma pitada de maisena antes de começar a bater os ovos. Bata primeiro a clara em ponto de neve e só depois acrescente as gemas. Aqueça um pouco de óleo na frigideira e derrame os ovos batidos. Só então acrescente sal. Quando se acrescenta sal antes de fritar o omelete costuma ficar amolecido.

Ao fazer omeletes, suflês e fritadas, também pode-se adicionar uma pitada de fermento em pó aos ovos batidos para que rendam mais e fiquem mais fofos. Para que o omelete fique mais macio, adicione um pouco de água aos ovos batidos, em lugar do leite. A água retarda a coagulação das gemas, enquanto o leite tende a endurecê-las.

Para evitar que um suspiro sobre uma torta encolha, use o açúcar na proporção exata: 2 colheres (sopa) para cada clara. Faça com que o suspiro ao ser espalhado chegue bem até as bordas da torta. Asse em forno lento moderado. 


Um ovo equivale a 1/2 colher (chá) de fermento em pó e serve para engrossar líquidos equivalendo a 1 colher (sopa) de farinha de trigo.  Caso use só as claras e queira guardar as gemas, conserve-as inteiras em água fria num recipiente tampado. Duas gemas e uma colher de água também podem substituir um ovo inteiro.
 

 
 
Ovos fritos e Farinha das cascas de ovos
 
 
Pode parecer fácil fritar um ovo, mas não é. Há alguns truques que ajudam a acertar no ponto.  Para que evitar que a gema quebre na fritura, coloque um pouco de farinha de trigo no óleo antes de colocar o ovo. E para evitar que os ovos fritos grudem na frigideira, aqueça bem a frigideira antes de colocar manteiga ou óleo. Se a frigideira for nova, ferva nela um pouco de vinagre antes de usar.
 
As cascas de ovos também podem ser usadas na alimentação. Sendo uma rica fonte de cálcio, a farinha feitas com as cascas dos ovos pode ser misturada em diversas receitas, tal como tortas, sucos, vitaminas e sanduiches. 
 
Para preparar a farinha deve-se higienizar as cascas deixando-as de molho numa solução de 1 colher de água sanitária em 1 litro de água fria por 30 minutos. Depois basta  enxaguar com água limpa, para que o cloro evapore completamente. Deixe secar e bata as cascas no liquidificador. Peneire a farinha para descartar as películas da casca.
 
Essa farinha pode ser armazenada num frasco em temperatura moderada por até seis meses.  As cascas de ovos também podem ser usadas para limpar e amolar as faquinhas do liquidificador. Basta colocar as cascas secas, ligar e desligar várias várias vezes até que vire pó. Esse pó das cascas de ovos também pode ser aproveitado para fertilizar a horta e também para aumentar os nutrientes da alimentação dos animais.
 
 

 

Ovos cozidos

Ao cozinhar ovos, ferva-os em água salgada. Depois de cozidos, coloque-os em água fria por 10 minutos e a casca sairá mais fácil e a clara ficará mais branquinha. Ovos cozidos ficam mais fáceis de cortar quando estão frios.

Para cortar melhor ovos cozidos com clara e gema, mergulhe a faca em água quente. Para cortar a gema do ovo cozido sem esmigalhar, molhe a lâmina em água fria. Para acertar no ponto dos ovos quentes, coloque-o na panela com água fria e leve ao fogo. Quando levantar fervura desligue o fogo e tampe por 1 minuto. 

Deve-se evitar comprar ovos rachados, que podem ter sido contaminados no supermercado. Mas se um ovo rachar no momento em que estiver sendo colocado para cozer, basta embrulha-lo em papel-alumínio com as pontas bem enroladas antes de colocar na água.

Também pode ser cozido em água e vinagre, o que evitará que as claras saiam pela rachadura. Se o ovo começar a rachar ao ser cozido, coloque imediatamente uma boa quantidade de sal sobre a rachadura. Isto não deixará a clara vazar.

Geralmente quando se cozinha ovos a panela usada permanece com o cheiro do ovo cozido, que pode ser eliminado usando um jato de água fria e casca de limão. Passe primeiro a água, esfregando em seguida a casca de limão. Se cozinhar ovos em panela de alumínio, coloque vinagre ou gotas de limão na água para que o interior da panela não fique escuro.



 

Propriedades dos ovos


Considerado um mineral essencial para a saúde, o cálcio tem função estrutural em nosso corpo. Auxilia na formação dos ossos, dos dentes e junto com outros elementos regulares é um mineral que garante a manutenção do equilíbrio do organismo.  

Cada pessoa tem diferentes fases da vida que requerem quantidades específicas de cálcio, que são absorvidas através de diversos alimentos. Como não é residual, a porcentagem não absorvida é eliminada pela urina e fezes.

A falta de cálcio pode comprometer a formação do tecido ósseo e perda de sua densidade, o que pode provocar osteoporose tanto em idosos, quanto em adultos e adolescentes mal nutridos. Porém é preciso cuidado para não haver excesso de consumo, que pode sobrecarregar o sistema digestivo e excretor. 



 

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Licor de Amarula caseiro



Um jantar, uma sobremesa e um licor; combinação perfeita que demonstra boa hospitalidade e agrega requinte a um jantar. Servido gelado em pequenas taças, desde a antiguidade o licor tem o conceito de ajudar no processo de digestão. O sabor pode ser os mais variados e preparado em casa com um toque pessoal.
 
Um dos licores mais apreciados é o Licor de Amarula, feito através da amarula que cresce nas savanas da África Meridional. O núcleo da semente é rico em proteína e gordura, com um sabor de nozes. As frutas são comumente comidas frescas ou preparadas em sucos, geléias e licores.
 
No Brasil o autentico licor de Amarula é um pouco caro. Embora seu sabor delicado seja inigualável, é possível fazer o licor caseiro "tipo amarula" que pode ser servido puro gelado ou servir de base para outras misturas com frutas.
 
Ingredientes:
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de brigadeiro
  • 2 latas de conhaque ou álcool de cereais
  • 1 colher de essência de amarula
 
Modo de preparo:
  • No liquidificador coloque todos os ingredientes e bata muito bem.
  • Engarrafe e deixe na geladeira no mínimo 2 horas antes de servir.
  • Se quiser diminuir o teor alcóolico, diminua para 1 lata de conhaque ou álcool de cereais.
 
Dica:
 
  • O brigadeiro pode ser comprado pronto em lata ou fazer o brigadeiro tradicional. 
  • Nesse caso, coloque numa  panela  uma lata de leite condensado, 1 colher de margarina e 7 colheres de chocolate em pó.
  • Cozinhe em fogo médio e mexa sem parar com uma colher de pau, até que o brigadeiro comece a desgrudar da panela.
  • Deixe esfriar antes de usar.
 

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Cangiquinha com costelinha de porco


Historicamente a culinária mineira tem estilo simples e caseiro, com iguarias preparadas com itens da horta e do pomar. E uma dessas iguarias é a Canjiquinha, um cozido suculento e colorido feito com canjiquinha ou quirera de milho, linguiça ou frango ou costelinha de porco. O segredo é refogar a carne lentamente para que perca um pouco da gordura, ficando macia e suculenta. Segundo lendas, a iguaria era também chamada de "Péla Égua" pelos tropeiros.

Ingredientes

250 g canjiquinha ou quirera de milho
500 g de costelinha de porco defumada cortada em pedaços
250 g de linguiça calabresa picada em pedaços
1 pimentão vermelho picado
1 pimentão amarelo picado
1 pimentão verde picado
1 cebola branca picada 100 gramas
1 tomate sem pele e sem semente picado
1 cenoura vermelha picada em rodelas
1 colher de colorau em pó
2 dentes de alho picado
2 colheres de azeite
3 tabeletes de caldo de bacon ou de costelinha dissolvido em 1 litro de água quente 

2 folhas de couve picadas
molho de pimenta a gosto
1 xícara de cebolinha fresca picada
1 xícara de salsa fresca picada
   
Modo de Preparo:

  • Dissolva 3 tabeletes de caldo de bacon ou de costelinha em 1 litro de água quente.
  • Coloque para cozinhar na panela de pressão, a cangiquinha em meio litro do caldo. Em geral a cangiquinha dobra de volume ao ser cozida.
  • Reserve o restante do caldo para adicionar aos poucos ao refogado da costela, dessa maneira a carne vai cozinhar lentamente e ficará mais tenra e saborosa.
  • Em outra panela, refogue o alho no azeite, acrescente a cebola e deixe dourar. 
  • Acrescente o colorau, junte a costelinha cortada e a linguiça e refogue bastante. 
  • Acrescente o tomate e os pimentões picados e deixe refogar.
  • Acrescente o caldo aos poucos ao refogado. 
  • Junte a cenoura e deixe cozinhar até a carne estar macia. 
  • Acrescente a cangiquinha cozida com seu caldo à panela de carne e a couve.
  • Misture tudo, deixe ferver um pouco.
  • Sirva com salsa e cebolinha picada. Use molho de pimenta a gosto.
Nota: Se for usar carne de frango, lave os pedaços em água fria. Depois passe em água quente com o suco de 1/2 limão. Retire os pedaços de frango, deixe escorrer e refogue. Esse procedimento dá mais sabor ao frango.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Baião de Dois



Prato típico da culinária nordestina, o Baião de Dois ganhou popularidade com Luiz Gonzaga - o Rei do Baião. Por ser uma mistura de dois elementos básicos da culinária brasileira - o arroz e o feijão - acrescido de carnes e temperos, o autêntico sabor é dado pelo feijão de corda e pela manteiga de garrafa. 

A manteiga de garrafa é obtida por uma quantidade de nata do leite batida até formar um creme. Após retirar o soro, o creme é levado ao fogo para cozinhar até derreter, tornando-se um líquido amarelo e transparente. Após coada, a manteiga é colocada em garrafas. Nos mercados são encontradas prontas.

Ingredientes
1/2 kg de feijão de corda cozido sem caldo
2 xícaras de arroz cozido e temperado
250 gr de queijo de coalho
1 copo de manteiga-de-garrafa
250 gr de carne seca cozida e desfiada
250 gr de linguiça calabresa defumada picada
coentro picado
cebolinha verde picada

Modo de preparo
Aqueça a manteiga de garrafa numa panela, refogue a linguiça e deixe fritar um pouco.
Adicione a carne seca desfiada e misture.
Junte o feijão de corda cozido e escorrido e misture.
Coloque o arroz e misture.
Adicione 2 colheres da manteiga de garrafa e misture.
Tempere com um pouco de coentro e cebolinha e por último o queijo de coalho picado.
Para servir, coloque numa travessa e salpique coentro e cebolinha por cima. Sirva quente.

Dica:

Quando estiver misturando os ingredientes, use um garfo para deixar o arroz e o feijão soltinho.  

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Frango com ora-pro-nobis

Da culinária mineira, o Frango com ora-pro-nobis é uma iguaria preferida principalmente no inverno. Servido com arroz e polenta, alguns segredos são essenciais para obter o verdadeiro sabor da comida bem elaborada e saudável.

Ingredientes:

1/2 kg de folhas de ora-pro-nobis: lave as folhas inteiras e deixe escorrer. Reserve.
1 kg de pedaços de frango sem pele lavados em água fria
2 litros de água
1/2 copo de cachaça
1 limão
3 colheres de óleo
farinha de trigo

Modo de preparo

Coloque os pedaços de frango sem pele numa panela com água até cobrir os pedaços. Acrescente a cachaça e o limão e leve ao fogo até ferver. Escorra a água e reserve. Passe os pedaços de frango na farinha de trigo e frite levemente. Reserve. 
Dizem as antigas cozinheiras antigas que passar o frango na água fervente com limão e cachaça "tira a maldade da carne". Na verdade diminui a gordura da carne.

1 cebola ralada
2 dentes de alho bem picados
1/2 colher de colorau
1/2 litro de água fervendo
2 cubos de caldo de galinha
1 folha de louro
cheiro verde a gosto
pimenta a gosto

Na mesma panela em que fritou os frangos, acrescente o alho picado, acrescente a cebola ralada e o colorau. Acrescente o frango frito, misture e acrescente 1/2 litro de água fervendo. (não aproveite a água que ferventou o frango). Coloque os 2 cubos de caldo de galinha e deixe cozinhar com a panela tampada. Quando o frango cozinhar, o caldo ficará cremoso. Desligue o fogo, coloque as folhas de ora-pro-nobis por cima, sem misturar e tampe a panela. O orapronobis cozinhará no vapor. Depois de alguns minutos, sirva com polenta, arroz e cebolinha picada.


Quentão


Ingredientes:
1 litro de água
1 xícara de açucar
4 folhas de laranja da terra
4 folhas de mexerica
2 folhas de capim cidreira
2 cravos
1 pau de canela
1 colher de mel
1 colher de erva doce
1 pedaço pequeno de gengibre
Cachaça a gosto

Coloque o açucar para caramelizar até dourar.
Juntos os demais ingredientes, exceto a cachaça e deixe ferver por quinze minutos
Se quiser mais fraco, acrescente mais 1/2 litro de água.
Se quiser mais doce, acrescente mais açucar.
Retire do fogo e acrescente a cachaça a gosto.
Leve novamente ao fogo.
Mantenha tampado em fogo brando enquanto serve.
Se preferir, derrame o quentão sobre uma rodela de limão.
Para servir, use uma coadeira.

Se quiser usar essa receita como chá, basta suprimir a cachaça.

Suflê de legumes


Ingredientes
1 kg batata/vagem/cenoura picados
3 gemas
3 claras em neve
2 colheres de maionese
3 colheres de queijo ralado ou queijo provolone ralado
1 cebola ralada e frita em 1 colher de manteiga
farinha de pão

Molho branco
1 1/2 xícara de leite
2 colheres de maisena
2 colheres de manteiga
1 colherinha de sal
Modo de preparo do molho branco: misture tudo e leve ao fogo até engrossar

Cozinhe no ponto al dente, 1 kg de vegetais picados em pedaços pequenos
Depois de cozidos, escorra a água e reserve.
Faça o molho branco e misture aos vegetais.
Rale a cebola e frite na manteiga. Misture aos vegetais.
Acrescente a maionese, as 3 gemas e o queijo ralado.
Misture levemente as claras batidas.
Unte um pirex com manteiga e espalhe farinha de rosca.
Coloque o suflê e espalhe um pouco de farinha de rosca por cima.
Leve ao forno quente por 40 minutos ou até corar por cima.
O suflê cresce, portanto não coloque o suflê até a borda.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Strogonoff de chocolate


Ingredientes: 
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 1/2 lata de leite integral (medida de uma lata de leite condensado)
  • 3 gemas peneiradas
  • 3 colheres de chocolate em pó
  • 1/2 colher de sopa de manteiga
  • 150g de chocolate meio amargo
  • 50g de nozes picadas
 
Modo de Preparo:
 
  • Passe as gemas numa peneira
  • Misture o leite condensado, o chocolate em pó, a manteiga e o leite integral.
  • Leve ao fogo médio, mexendo sempre com uma colher de pau até ficar no ponto de brigadeiro mole.
  • Retire da panela, passe para uma travessa e deixe esfriar.
  • Bata as claras em neve e misture o creme de leite, sem soro.
  • Adicione ao creme de chocolate, mais as nozes bem picadas e as lascas de chocolate meio amargo.
  • Coloque em tacinhas e leve para gelar de véspera.
  • Sirva gelado.

    quinta-feira, 29 de março de 2012

    Filet a parmegiana



    Ingredientes para o bife a parmegiana:


    6 Bifes de patinho, coxão mole ou alcatra cortados em até 2 cm
    3 ovos
    1 copo de farinha de trigo
    2 copos de farinha de pão ou farinha de rosca
    óleo de soja para fritar

    Ingredientes para temperar os bifes:


    3 dentes de alho
    1 cebola
    1 xícara de cheiro verde
    sal e pimenta do reino a gosto

    Modo de preparo dos bifes:

    Triture bem todos os os temperos.
    Coloque os bifes para curtir no tempero durante 1/2 hora na geladeira.
    Bata os ovos com uma pitada de sal e reserve.
    Em um prato coloque a farinha de trigo.
    Passe os bifes na farinha de trigo e retire o excesso.
    Com martelo culinário bata devagar sobre os bifes enfarinhados para romper as fibras e deixá-los macios.
    Em outro prato coloque a farinha de pão ou farinha de rosca
    Passe os bifes nos ovos batidos e depois na farinha de pão.
    Repita o processo: passe novamente nos ovos batidos e na farinha de pão, isto garante que o bife fique bem coberto.
    Leve à geladeira por 15 minutos.
    Aqueça o óleo de soja numa quantidade em que o bife possa ficar submerso.
    O segredo é fritar o bife, um a um, em óleo limpo e bem quente (160 graus C).
    O bife irá dourar rápido e ficará crocante.
    Retire os bifes do óleo e coloque sobre um papel absorvente para escorrer o excesso de óleo.

    Ingredientes para o purê:

    4 batatas grandes cozidas e amassadas
    1 colher de manteiga
    1 xícara de leite
    1 colherinha de noz moscada
    1 colherinha de sal

    Modo de preparo do purê:

    Numa panela, derreta a manteiga e acrescente as batatas amassadas.
    Acrescente o leite e misture.
    Quando estiver quase quente, tempere com sal e noz moscada.

    Ingredientes do molho de tomates:

    1/2 cebola picada
    1 lata de molho de tomate
    1 colher de sobremesa de catchup
    1 colher de chá de mostarda

    Modo de preparo do molho:

    Refogue a cebola
    Quando dourar, acrescente o molho e deixe ferver pouco.
    Acrescente o catchup e a mostarda, reserve.

    Montagem:

    Cubra o fundo da assadeira com molho de tomates.
    Acomode os bifes na parte central da assadeira,
    Cubra-os com uma fatia de presunto e outra fatia de queijo mussarela.
    Acrescente o purê de batatas em volta dos bifes nas laterais da assadeira.
    Finalize salpicando queijo parmesão por cima do purê e da mussarela.
    Leve para gratinar em forno alto e pré aquecido por aproximadamente 25 minutos.
    Antes de servir, salpique cheiro verde picadinho e um pouco de queijo ralado.

    Dicas: Para fazer o Bife à milanesa, crocante, macio e sequinho, há alguns pequenos truques:

    * O corte dos bifes deve ser no sentido perpendicular às fibras com a espessura de aproximadamente 2 cm.
    * Para deixar o bife macio, bata o bife envolto em farinha de trigo com um martelo culinário para romper as fibras. A farinha de trigo evita que desmanche.
    * O processo de empaná-lo vai deixá-lo mais macio.
    * Para verificar a temperatura ideal do óleo, coloque um palito de fósforo no óleo frio. Leve a panela ao fogo e quando chegar à temperatura ideal, o palito de fósforo irá acender.
    * Outra dica interessante, é fritar os bifes um a um, pois isso evita que o óleo perca temperatura o que pode deixar os bifes encharcados.
    * O bife à milanesa pode ser acompanhado de arroz à grega e batatas fritas ou salada simples.

    Cappuccino caseiro




    De origem italiana, o termo cappuccino é do século 16 e deriva da cor do hábito usado pelos frades capuchinhos da ordem franciscana. Saboroso e nutritivo, o uso de chocolate em pó é uma prática comum no Brasil mas não faz parte da receita tradicional.

    Em muitos lugares, baristas mais experientes criam desenhos e formas ao verter o leite vaporizado no café expresso, técnica conhecida como Latte Art ou a arte de desenhar em café. Considerada como um toque final, seu impacto visual é motivo até de concursos quando verdadeiras obras de arte aparecem sobre as bebidas originadas do café sem deixar de priorizar a qualidade da bebida.

    Ingredientes:
    • 1 lata de leite em pó instantâneo (400g)
    • 2 vidros pequenos de Nescafé (100g)
    • 1 lata pequena de Nescau (200 g)
    • 12 colheres bem cheia (sopa) de açúcar refinado (200g)
    • 1 colher (chá) de canela em pó
    • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio (opcional)
    • 50g de chantilly em pó (para dar cremosidade ao capuccino)
    Modo de Preparar:
    • Bata o café solúvel no liquidificador rapidamente, usando a tecla pulsar.
    • Acrescente os outros ingredientes e bata até misturar tudo.
    • Guarde em recipiente bem fechado e em local seco.
    Para preparar o capucino:
    • Coloque para cada xícara de chá, 2 colher (sopa) do Capuccino.
    • Acrescente água ou leite fervente (250ml).
    • Misture bem até dissolver o pó e sirva quente.
    Dicas:
    • Se não quiser usar açucar refinado, bata a mesma quantidade de açúcar cristal no liquidificador.
    • Pode ser usado o leite em pó desnatado, porém fica fraco se for dissolvido na água. Nesse caso, teria de acrescentar mais capucino ou dissolvê-lo com leite.
    Decoração:
    • Se quiser decorar seu cappuccino, acrescente chantilly e alise.
    • Faça círculos com calda de chocolate por cima.
    • Com a ajuda de um palito, primeiro faça um risco sobre o chantilly para fora, começando do primeiro circulo no centro e indo um pouco além do círculo mais próximo da borda da xícara.
    • Depois inicie um risco, começando no círculo de fora e indo um pouco além do círculo de dentro.
    • Repita o riscos até formar um bonito desenho.

    quinta-feira, 15 de março de 2012

    Pesto Genovese


    Ingredientes:
    • 100 g de folhas de manjericão
    • 1 dente de alho
    • 250 ml de azeite
    • 150 g de queijo parmesão ralado
    • 120 g de pinhão ou castanha de cajú
    • Sal e pimenta a gosto.
    Modo de preparar:
    • Lave e seque as folhas do manjericão. Não use os talos.
    • Triture no liquidificador as folhas de manjericão junto com o alho picado, metade do azeite, as castanhas, usando a tecla pulsar até misturar bem.
    • Derrame o molho numa tigela e acrescente o queijo ralado, sal e pimenta.
    • O pesto pode ser mantido na geladeira por uma semana.
    • Serve para acompanhar massas, nhoque, canapés etc.
    Poder nutritivo do manjericão

    O manjericão é conhecido desde os tempos antigos, quando era usado pelos gregos como símbolo de paz, harmonia e felicidade. É notável por sua quantidade de vitaminas, minerais e fito nutrientes, contendo químicos naturais, como o sabineno eugenol, cimeno, linalol, acetato de linalilo, e terpineol, compostos conhecidos por suas propriedades anti-inflamatórias e anti-bacterianas.

    Possui alto nível de Vitamina "C",  que é um dos melhores antioxidantes naturais para o combate aos radicais livres, reforça o Sistema Imune, é anti viral e acelera a cicatrização de feridas. É uma das melhores fontes de Vitamina "K", que participa da construção da massa óssea e à manutenção da saúde da pele. Estudos científicos dizem que limita os danos neuronais no cérebro, fazendo com que a Vitamina "K" seja relevante no tratamento da Doença de Alzheimer.

    Também possui alto nível de Vitamina A, luteína, betacaroteno, criptoxantina e de xanthins. Estes 3 últimos, quando juntos, formam um dos trios mais potentes contra o envelhecimento da pele e contra doenças que possam atacar a pele. Conhecida como antioxidante, a Vitamina "A" também é necessária para a manutenção de uma visão saudável sendo essencial para manter a saúde das membranas mucosas e proteger o pulmão e à cavidade oral contra o câncer.

    Com sabor levemente adocicado e picante, também nutre o corpo humano com manganês, zinco, ferro, cálcio, potássio, cobre, fibras, folatos, riboflavina, e tiamina. Para beneficiar-se de tantas propriedades, pode-se usar esta erva diariamente como tempero. O detalhe é que deve ser adicionada no último instante de preparo, já que a cozedura destrói a maioria de suas propriedades naturais.

    Polenta frita



    Ingredientes
    • 4 copos de água fria
    • 2 copos de fubá ou milharina
    • 2 tabletes de caldo (galinha, carne ou legumes) dissolvido em 1 copo água fervente
    • 1 colher de sopa de farinha de trigo
    • 2 colheres de sopa de óleo para untar a forma
    Modo de preparar
    • Dissolva os tabletes de caldo em 1 copo de água fervente.
    • Adicione a este caldo mais 4 copos de água fria e o fubá.
    • Leve ao fogo até engrossar.
    • Cozinhe por mais 5 minutos e adicione a farinha de trigo.
    • Bata bem a polenta com uma colher de pau
    • Despeje em forma untada com óleo.
    • Leve à geladeira por 4 horas.
    • Corte a polenta no formato desejado
    • Passe na farinha de trigo para ficar mais sequinha.
    • Frite em óleo quente até dourar.
    • A polenta ficará macia por dentro e sequinha por fora.

    Pé de moleque de biscoito



    Um docinho simples para sua festa junina.
     
    Ingredientes
    • 300 g de biscoito maisena
    • 1 lata de leite condensado
    • 400 g de amendoim torrado, sem casca e triturado

    Modo de preparo
    • Quebre em pedaços e triture os biscoitos no liquidificador.
    • Acrescente o leite condensado, o amendoim e misture bem.
    • Espalhe em um refratário, cubra com filme plástico.
    • Leve à geladeira no mínimo por 2 horas.
    • Corte em quadrados e sirva.

    sexta-feira, 2 de março de 2012

    Fogazza sabor pizza



    Ingredientes da massa:
    • 2 batatas médias cozidas e amassadas
    • 4 1/2 xícaras de farinha de trigo
    • 1/2 tablete de fermento biológico fresco esmigalhado
    • 1/4 xícara de óleo
    Preparo da massa:
    • Lave as batatas em água corrente.
    • Cozinhe a batata, retire a casca, amasse e reserve.
    • Guarde 2 xícaras da água de cozimento.
    • Na água reservada, coloque metade da farinha, o fermento, o óleo e a batata amassada.
    • Amasse com as mãos até ficar homogêneo.
    • Junte a farinha restante aos poucos, sovando até a massa se desgrudar das mãos.
    • Forme uma bola e deixe descansar por 40 minutos.
    Ingredientes do recheio:
    • 250 g de mussarela cortada em cubinhos
    • 2 tomates sem sementes cortados em cubinhos
    • 1/2 colher de orégano
    • 1 colher de azeite
    • 1 pitada de sal
    Preparo do recheio:
    • Numa tigela, misture todos os ingredientes e reserve.
    Montagem:
    • Com ajuda de um rolo, abra uma porção de massa sobre uma superfície lisa e polvilhada com farinha até obter 0,5 cm de espessura.
    • Corte em círculos com a ajuda de um copo de boca larga.
    • Sobre cada círculo de massa coloque meia colher do recheio, deixando 1 cm de borda.
    • Dobre ao meio como um pastel e pressione a borda com um garfo.
    • Aqueça o óleo em fogo médio e, quando estiver bem quente, frite as fogazzas aos poucos até dourarem.
    • Deixe escorrer sobre papel-toalha e sirva quente.

    terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

    Torta fria de pão de forma



    Ingredientes da torta:
    • 1 pacote de pão de forma sem casca
    • 400g de peito de frango cozido e desfiado
    • 3 colheres de óleo de soja
    • 1 cebola picada
    • 4 tomates picados
    • azeitona verde picada
    • algumas azeitonas para decorar
    • sal e pimenta do reino a gosto
    • purê de 4 batatas
    • 1 vidro de maionese
    • 1 lata de ervilha ou seleta de legumes
    • 1 pacote de batata palha
    Modo de preparo do recheio:
    • Refogue a cebola até dourar e acrescente os tomates e azeitonas.
    • Tempere com sal e pimenta e junte o frango desfiado e a ervilha.
    • Regue com um pouco de água e deixar o molho apurar.
    • Deixe esfriar e reserve.
    Montagem
    • Numa bandeja, disponha uma camada de pão
    • Passe maionese nas fatias.
    • Coloque um pouco do refogado de frango sobre as fatias.
    • Alterne as camadas, sendo a última camada de pão.
    Decoração
    • Cozinhe as batatas, amasse e misture 2 colheres de maionese.
    • Cubra a torta com um pouco do purê de batatas alisando com uma espátula.
    • Com o bico de confeitar, decore a torta.
    • Leve à geladeira por 30 minutos
    • Sirva com batata palha.
    Variação de recheio
    • A torta pode ser recheada com atum, palmito, azeitonas e alcaparras ou legumes cozidos e outras criações.

    Bicos de confeitar




    Bolos, tortas e pratos salgados podem se transformar em verdadeiras obras de arte utilizando pequenos truques na decoração. Um desses truques são os bicos de confeitar que não exige nenhuma técnica especial, apenas criatividade.

    Os bicos de confeitar são pequenos cones de metal ou plástico, com diferentes acabamentos nas pontas. Utilizados por confeiteiros desde os tempos antigos, hoje existem mais de 300 modelos de bicos. Alguns deles se tornam indispensáveis para a confeitagem de bolos e tortas.

    Os bicos podem ser reconhecidos pela numeração ou pelo nome da classe à qual pertence. Os nomes das classes relacionam o bico com seu acabamento ou com a função que cumprem. Os mais usados são:
    • Bico Perlê: Tem acabamento redondo liso. São indispensáveis para fazer trabalhos no sistema de pressão, bolinhas etc.
    • Bico Pitanga: Tem acabamento em forma de estrela. Permite a decoração de um bolo inteirinho, fazendo uma estrela ao lado de outra.
    • Bico Pétala: São usados para fazer as pétalas da maior parte das flores em glacê real.
    • Bico Babado: São bicos especiais para fazer babados. Dentre eles há duas famílias: uns são lisos e outros serrilhados.
    • Bico Serra: Dentro da classe dos bicos serra tem os retos e os perlês riscados.
    • Bico Folha: Apesar de serem apropriados para fazer folhas, estes bicos podem ser utilizados com movimento de concha e ziguezague.
    • Bico Flores: De diferentes modelos, são reconhecidos por terem um prego no meio. Formam flores simples, mas rápidas e fáceis de fazer.
    • Bico Chuveirinho: Parecem com um dedal e são apresentados em dois tamanhos. Servem para imitar grama ou fazer os cabelos de palhaço.
    • Bicos Curvos: São utilizados para acabamentos em geral.
    • Bico dois fios: Serve para ornamentação de superfície lisa, dá um aspecto bonito com paralelismo ou entrecrusamento dos fios, imitação de ripas, vitrais e papel pautado.
    • Bico Telhado: Serve para finalizar desenhos de castelos, casinhas etc.
    • Bico Cordão Rei: Serve para dar arremates das bordas dos bolos, bandejas e tabuleiros.


    O saco de confeiteiro deve ser preenchido aos poucos para que se tenha firmeza para fazer a decoração. O segredo é não utilizar uma cobertura muito mole; ela deve estar pastosa ao ponto de se firmar.

    Quibe de frango



    Ingredientes:
    • 250 g de trigo para quibe
    • 1 xícara (chá) de água fervente
    • 250 g de peito de frango moído
    • 1 cebola picada
    • 1 dente de alho picado
    • Sal a gosto
    • 1/2 xícara (chá) de hortelã picada
    Modo de preparo:
    • Lave bem o trigo em água fria e escorra.
    • Coloque o trigo para hidratar em água fervente até que esfrie.
    • Esprema bem para retirar o excesso de água.
    • Em um recipiente, misture o trigo, o frango, a cebola, o alho, sal e a hortelã.
    • Aqueça o forno a 200 °C.
    • Unte com margarina um refratário de 20 x 22 cm
    • Ponha a mistura de frango, regue com um pouco de azeite.
    • Leve ao forno por 20 minutos.
    • Sirva com fatias de limão.

    sábado, 28 de janeiro de 2012

    Empanados de frango com requeijão



    Ingredientes dos empanados

    • 500g de filé de frango bem picado ou moído
    • 1 cebola ralada
    • 1 dente de alho amassado
    • 3 fatias de pão de forma sem casca
    • 1/4 de xícara de leite
    • 2 colheres de farinha de trigo
    • 1 colher de salsa picada
    • Sal e pimenta a gosto.
    Ingredientes do recheio:
    • 200g de mussarela cortada em cubos pequenos
    • 3 colheres de requeijão.
    Para empanar:
    • 2 ovos batidos
    • Farinha de rosca
    • Óleo para fritar
    Modo de preparo do empanado
    • Em uma tigela, coloque o frango moído, a cebola, o alho, o pão esfarelado e molhado no leite, a farinha de trigo, a salsa, o sal e a pimenta.
    • Misture bem até formar uma massa.
    • Cubra com filme plástico e leve a geladeira por 1 hora.
    Montagem
    • Em uma tigela, misture a mussarela e o requeijão.
    • Abra a massa, recheie com a mussarela e modele.
    • Passe no ovo batido, na farinha de rosca e leve à geladeira por 24 horas.
    • Frite no óleo bem quente até dourar. Rende 35 salgados.