Pesquisar neste blog

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Empadinhas de palmito




Ingredientes da massa:
24 colheres de sopa bem cheias de farinha de trigo

3 gemas de ovo

1 colher de chá de sal

500g de manteiga com sal (não pode ser hidrogenada)


Misturar a farinha de trigo com sal. Adicionar as gemas e a manteiga e amassar até ficar bem lisa.
Essa é uma massa básica que pode ter diversos recheios.

Recheio de Palmito

1 colher de sopa de manteiga sem sal

1 lata de palmito picado

1 tomate médio picado em quadradinhos

1 cebola média picada

½ xícara de cheiro verde

½ xícara de azeitonas picadas sem o caroço


Doure a cebola na manteiga em fogo alto. Abaixe o fogo e adicione o palmito e o tomate picado. Mexa até amaciar os ingredientes (10 minutos). Adicione as azeitonas picadas e o cheiro verde e esperar esfriar.

Preencha cada forminha com uma pequena quantidade da massa, em seguida adicionar o recheio até a borda. Cubra com um pedaço de massa esticada bem fina. Passe a gema batida sobre a tampa de massa da empada e levar ao forno até dourar.

Rocambole de frango



Ingredientes:
1 kg de filet de peito de frango moído
2 envelopes de creme de cebola
Raspas da casca de 1 limão
1 pitada de sal e pimenta
1/2 colher pequena de alho moído
1 ovo inteiro
1 colher de farinha de rosca

Misture todos os ingredientes e abra sobre uma folha de papel alumínio untado, formando um retangulo com 1 cm de espessura. Essa é a receita básica do rocambole. O recheio pode ser variado com queijos, legumes, azeitonas, manteiga com ervas, etc.

Sugestão de recheio:
Queijo frescal amassado
1 ovo
Fatias de mussarela
Fatias de mussarela de búfala
Tomate seco

Amasse o queijo frescal e acrescente o ovo batido. Espalhe sobre a massa de frango. Cubra com uma camada de mussarela, outra de mussarela de bufala e tomates secos. Enrole o rocambole, coloque numa assadeira e cubra com o papel aluminio. Leve ao forno em temperatura média por 40 minutos. Retire o papel aluminio para dourar por 10 minutos.

Molho para servir:
1 cebola picadinha
2 colheres de azeite
1 colher pequena de amido diluído em 1 lata de creme de leite.
1 envelope de caldo de legumes
1 colher suco de limão
Raspas da casca de 1 limão

Frite a cebola no azeite e acrescente os demais ingredientes. Fatie o rocambole, regue com o molho na hora de servir.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Trufas de biscoito e chocolate


Ingredientes:
1 pacote de biscoito maisena

1 lata de leite condensado
1 xícara (chá) de castanha-do-pará torrada e moída
1 xícara (chá) de chocolate em pó solúvel
manteiga para untar


Cobertura

3 colheres (sopa) de chocolate em pó solúvel
4 colheres (sopa) de açúcar refinado


Modo de Preparo:

1. Triture os biscoitos no liquidificador. Despeje numa tigela.

2. Junte o leite condensado, a castanha-do-pará e o chocolate e misture bem.
3. Unte as mãos com manteiga e enrole as bolinhas.

4. Peneire o chocolate e o açúcar juntos num prato fundo.
5. Passe cada bolinha nessa mistura e depois arrume-as em forminhas de papel.


Rendimento: 40 trufas de chocolate

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Trifle de biscoito com creme


Ingredientes
2 e ½ latas de leite
2 gemas
1 lata de leite condensado
2 colheres bem cheias de amido de milho
2 colheres bem cheias de chocolate em pó
1 pacote de biscoito tipo maisena
quebrado em pedacinhos

Modo de Preparo

Faça um creme com o leite condensado, o leite, as gemas, amido de milho., m
exendo sempre para não empelotar. Divida o creme em duas partes. Em uma delas acrescente o chocolate.

Montagem:

Alternar uma camada de creme branco, outra de biscoitos, outra de creme de chocolate, até terminar com creme. Não precisa molhar os biscoitos antes.

Cobertura:
1 caixinha de creme de leite

100 gramas de chocolate em barra ralado.

Esquente o creme de leite e acrescente o chocolate.
Derrame por cima e decore a gosto.

Bolo fácil de banana



Um bolo de banana rápido e fácil, além de muito econômico.

Ingredientes:

  • 5 bananas descascadas
  • 5 ovos
  • 1 xícara de óleo
  • 1 xícara de açucar
  • 1 colher de canela
  • 3 xícaras de farinha de rosca
  • 1 colher de fermento
  • açucar de confeiteiro com canela para decorar

Modo de preparo:

  • Bata no liquidificador as bananas, óleo, ovos e o açucar.
  • Despeje numa travessa e misture a farinha de rosca e o fermento.
  • Coloque num tabuleiro untado e enfarinhado e leve para assar.
  • Depois de assado, polvilhe com açucar de confeiteiro com canela.
  • Espere esfriar e corte em quadradinhos.

Arroz de forno


 
Uma receita diferente de arroz, fácil de preparar e muito deliciosa. O arroz fica soltinho, com um sabor incomparável. Serve para acompanhar carnes assadas e saladas, tornando a refeição completa e soberba.

Ingredientes:

  • 2 copos de arroz
  • 2 ovos batidos
  • 1/2 colher extrato de tomate
  • 1 pires queijo ralado
  • 1 pimentão picado
  • 1 pires de milho verde
  • 1/2 colher de sal
  • 1/2 copo de óleo
  • 4 copos de água
Modo de preparo:
  • Misture tudo em um pirex untado.
  • Leve ao forno convencional até secar a água.
  • Decore com cheiro verde e azeitonas picadas.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Pão de Ora-pro-nobis



Ingredientes
50g. de fermento para pão em tablete
½ copo de água morna
½ copo de água fria
2 colheres (sopa) de margarina
2 ovos inteiros
1 colher (sopa) rasa de açúcar
1 colher (sobremesa) de sal
500g. de farinha de trigo (depende do ponto da massa)
100g. de folhas de ora-pro-nobis

Modo de preparo
Dissolva o fermento juntamente com açúcar na água morna. Misture os ovos, a margarina e o sal. Reserve. Coloque as folhas de ora-pro-nobis no liquidificador e bata com a água fria. Junte aos ingredientes reservados, adicionando a farinha até que a massa comece a soltar das mãos. Sove bem e deixar descansar até que dobre de volume. Divida a massa em dois pães e deixe crescer. Leve para assar em forno já aquecido.

Ora-pro-nobis a carne dos pobres



Ora-pro-nobis é um vegetal rico em ferro e ajuda a curar anemias das mais graves. Recentemente pesquisas revelaram que as propriedades da Pereskia aculeata ajuda no tratamento do câncer. Possui 25,4% de proteinas, sendo conhecido como "carne dos pobres" e vitaminas A, B e C bem como, além do ferro, minerais como cálcio e fósforo.

Usa-se as folhas em pratos culinários ou como erva de tempero, como o orégano, em forma de folha seca e moída. Também pode ser usada no preparo da farinha múltipla, complemento nutricional no combate à fome. Ainda há o emprego para a produção de mel.

O ora-pro-nois não deve ser confundido com a grandiflora ou a bleo que têm flores rosa que é muito comum no Brasil. São difíceis de serem diferenciadas sem a florada. Apesar de ser encontrado em diversos Estados do Brasil e em países como Azerbaijão, Cazaquistão e Usbequistão, somente em algumas localidades de Minas Gerais atingiu o status de ingrediente culinário, onde é refogado com vários tipos de carnes e empregado em ensopados.

Na cidade de Sabará existe o Festival do Ora-pro-nobis, onde é comum utilizar a cactácea para pratos culinários. Foi em sabará que surgiu o nome da planta - Ora-pro-nobis. Diz a lenda, que os fiéis colhiam a planta enquanto o pároco da igreja rezava a ladainha e os fiéis respondiam Ora-pro-nobis.

Servido em muitos bares e restaurantes, o Ora-pro-nobis alcançou status nas cozinhas de grandes gourmets nacionais e internacionais, conforme publicação em 14 de junho de 2001 no Jornal Folha de Sao Paulo - Proteína verde das Gerais e no Jornal Estado de Minas - Cultivo do ora-pro-nóbis - em 18 de agosto de 2008.

Por serem de fácil digestão, as folhas da planta podem ser usadas de diversas formas. Uma boa alternativa é triturá-las com água no liquidificador e juntar à massa do pão, acrescentando ao alimento mais nutrientes e uma atraente cor verde. O mesmo pode ser feito com a massa de macarrão. As folhas podem também enriquecer saladas, refogados, sopas, omeletes, tortas ou mesmo dar mais riqueza ao nosso velho arroz-com-feijão.

Ora-pro-nobis (Pereskia aculeata) do latim "rogai por nós", é um cacto trepadeira com folhas comestíveis. O caule tem espinhos aparentes e pode ser usada em cercas-vivas, se desenvolvendo bem tanto na sombra como no sol. A propagação se dá por estacas e não exige muitos cuidados, sendo de fácil cultivo, inclusive caseiro. O nome científico é uma homenagem ao cientista francês Nicolas Claude Fabri de Pereisc e o termo aculeata vem do latim e significa espinho em forma de agulha.

O cultivo mecanizado e o processamento industrial do ora-pro-nobis poderiam representar uma revolução nos recursos alimentícios da humanidade. No entanto, essa planta é pouco conhecida. Ela poderia integrar planos de governo na recuperação de áreas degradadas e no combate à fome, mas não há interesse político. Assim, enquanto o ora-pro-nobis não desperta interesse no plano governamental, o cultivo doméstico pode representar o primeiro passo para a abertura de uma nova alternativa para as regiões áridas.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Pão de queijo simples e com batata



As receitas de pão de queijo são bem fáceis e permitem fazer maior quantidade e congelar. O segredo do pão de queijo é, além da boa qualidade do polvilho, amassar bem e levar ao forno somente quando a temperatura do forno estiver alta, 250º. Outro detalhe, é não abrir o forno antes de 20 minutos para não resfriar o forno. Depois é só aguardar dourar. Pode-se rechear os pão de queijo antes de assar com presunto, calabresa, queijo catupiry ou acrescentando ervas à massa como o orégano.

Pão de queijo simples

Ingredientes

4 x de polvilho doce ou azedo, usei o azedo.

4 ovos 4 x de queijo mineiro ralado
se quiser, pode adicionar uma xícara extra de queijo

1 1/2 x de água
1 1/2 x de leite

1/2 x de óleo
sal a gosto


Modo de preparo

Coloque o polvilho numa travessa redonda e funda. Ferva o leite, óleo, água e sal e escalde o polvilho. Mexa com uma colher de pau até todo líquido ser absorvido pelo polvilho. Quando esfriar o suficiente, coloque 1 ovo e amasse, depois outro um a um, e amasse. Acrescente o queijo ralado e misture bem. Se a massa ficar muito dura, pode adicionar um pouco de água. Enrole os paezinhos que podem ser congelados e assados depois, em forno pré aquecido na temperatura alta por 20 a 30 minutos.

Pão de Queijo com batata

Ingredientes
1 quilo de polvilho azedo

1 quilo de batata cozida e amassada e bem espremida

1 copo de leite em temperatura ambiente

1 copo de óleo
1 colher de sal

1/2 queijo de Minas curado ralado

6 ovos caipiras grandes


Modo de preparo

Colocar o polvilho numa vasilha, espremer a batata cozida ainda quente em cima do polvilho e o sal. Misture bem com as mãos. Coloque o leite e misture; coloque o óleo e misture, sempre com as mãos. Acrescente o queijo ralado e por último os ovos. Amassar bem. A massa deve ficar macia como uma massa de modelar. Se estiver quebradiça, precisa acrescentar mais um ovo. Modelar os pãezinhos e assar no forno pré-aquecido na temperatura mais alta por 20 a 30 minutos. Essa massa pode ser congelada.

Biscoito e bolachas de amido de milho



Os biscoitos de amido tem o mesmo sabor do biscoito de Maizena comprados na mercearia. Fáceis e rápidos, essa é a receita básica que você pode acrescentar outros sabores, acrescentando essências. O biscoito é mais firme; a bolacha é mais macia.

Biscoito de amido

Ingredientes:
3 gemas
1 colher de margarina
1 lata de leite condensado
500 gramas de amido de milho
Coco ralado a gosto

Modo de preparo:
Misture bem as gemas e a margarina até formar um creme. Acrescente o restante dos ingredientes e misture bem até formar uma massa homogênea. Modele os biscoitos no formato desejado. Leve para assar.

Bolacha de amido

Ingredientes:

1 xícara de açúcar
1 colher de manteiga
1 colher rasa de fermento em pó
1 copo de nata
2 ovos
500 gramas de amido de milho

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes e engrosse com a maizena. Modele as bolachas no formato desejado. Leve para assar.

Dica:
Tanto os biscoitos quanto as bolachas assam rapidamente.

Maçã do amor




Não precisamos esperar ir ao parque para deliciar com as maçãs do amor. Fáceis de fazer, diverte a garota e os adultos. Um doce diferente para a festa da criançada ou uma animada e divertida reunião.

Ingredientes:
500 gramas de açúcar
2 colheres (de chá) de vinagre branco
1 colher (de chá) de anilina vermelha
4 maçãs do tipo Fuji

Modo de preparo:
Lave e enxugue as maçãs. Espete-as em palitos de sorvete. Reserve. Misture o açucar com vinagre e anilina e faça uma calda grossa. Mergulhe as maças na calda e deixe esfriar. Uma dica: O ponto da calda é aquele logo após o derretimento do açúcar, mais ou menos 147°C. Espere esfriar, embrulhe em papel celofane transparente e amarre uma fitinha de cetim colorida.

Docinho abóbora com côco em pedaços



Está super na moda servir doces caseiros nas festas de crianças e recepções. As pessoas sentem o aconchego da cozinha caseira, com gosto das casas das avós. Receitas simples e fáceis, que andam esquecidas.

Ingredientes

600 gramas de abóbora moranga
400 gramas de açucar
2 copos de água
50 gramas de manteiga ou margarina

2 xícaras de coco ralado


Descasque a abóbora, corte em pedaços e colocar em uma panela com 2 copos de água. Leve ao fogo e deixe cozinhar até que esteja macia.
Assim que estiver bem cozida, bata no processador e amasse bem com o garfo, até desmanchar. Em seguida, coloque a mistura em uma panela, adicione o açúcar e a manteiga e leve ao fogo brando, misturando até aparecer o fundo da panela. Antes de açucarar, retire do fogo e junte o coco ralado. Despeje o doce em uma assadeira ou sobre um mármore untado e deixar esfriar. Corte em quadradinhos. Se preferir, polvilhe com coco ralado.

Gelatina de cachaça




Um docinho simples mas que agrada, principalmente servido como sobremesa em um churrasco. A galera que não quer gastar muito, sempre opta por este docinho nas festinhas da faculdade.

Ingredientes
  • 10 folhas de gelatina branca
  • 2 folhas de gelatina vermelha
  • 1 copo de cachaça
  • ½ quilo de açúcar
  • 1 copo de água
  • 1 colher pequena de essência de abacaxi
Modo de preparo
  • Coloque as folhas de gelatina de molho em água fria.
  • Depois leve ao fogo brando para dissolver.
  • Junte o açúcar e a água, deixe ferver até o ponto de bala.
  • Adicione a cachaça e retire do fogo.
  • Junte a essência de abacaxi.
  • Despeje numa travessa de vidro rasa untada com manteiga.
  • Deixe na geladeira durante 24 horas.
  • Corte em quadradinhos, passe no açucar de confeiteiro.

Salmão com alcaparras



Esta é uma receita que cai bem em qualquer ocasião, pois além de ser leve é um prato muito saboroso. Fácil de preparar, em poucos minutos está pronto. É também uma uma opção para coquetéis. Corte o salmão em pequenos cubos e coloque nas pequenas terrine. Siga a mesma receita, no entanto, o tempo de cozimento é bem menor, máximo 10 minutos.
 
Ingredientes

500 gramas de filé de salmão
1 vidro de alcaparras

Tempero pronto
Coentro

Limão 
Manteiga

Azeite Borges


Modo de preparo


Limpe, lave e seque o salmão. Tempere com o tempero pronto de sua preferência ou (alho, cebola, coentro, azeite e sal), esprema um limão, coentro picadinho, coloque um pouco de azeite e deixe descansar por uma hora na geladeira em uma forma tampada.

Unte um pirex com um pouco de margarina, coloque batatinhas cozidas cortadas em pedaços pequenos por baixo e por fim coloque os filés de salmão temperado, passe uns pedacinhos de margarina por cima, regue com azeite e leve ao forno médio aproximadamente por 30 minutos.


À parte, leve ao fogo 2 colheres de manteiga, 2 colheres de azeite e um vidrinho de alcaparras. Assim que ferver, estenda por cima do salmão assado.



Propriedades nutricionais

O Salmão é um peixe de águas salgadas e frias contendo altas taxas de ácidos graxos ômega-3, que evitam a formação das placas que obstruem as artérias. É indicado pelos nutricionistas para reduzir a taxas de colesterol ruim, melhorar e acelerar o metabolismo da gordura e é indicado para pessoas que sofrem de hipotireoidismo e colesterol alto.
 
Com alta concentração de vitaminas, complexo B, vitamina A e vitamina E e minerais como o magnésio, também age como antioxidante natural. O ômega-3 está presente em maior quantidade nos peixes de águas do mar, frias e salgadas, como o atum, arenque, bacalhau, sardinha e salmão. Os peixes de águas doces também apresentam ômega-3, mas em quantidade muito inferior.
 
De acordo com diversos estudos científicos, o consumo do salmão de 2 a 3 vezes por semana garante benefícios para a saúde. Seja assado, grelhado ou cru, o salmão é rico em proteínas de alto valor nutritivo, superior ao de carnes vermelhas. Além disso, as proteínas dos peixes favorecem o processo de digestão.
 
O Salmão é basicamente um peixe branco e a sua cor característica alaranjada, rosada ou avermelhada deve-se a um pigmento chamado Astaxantina, que é dado pelas algas e organismos unicelulares que são ingeridos pelos camarões do mar e que por sua vez são os alimentos preferidos do salmão quando são criados livres em seu habitat natural.
 
O Salmão proveniente de fazendas aquáticas, que são servidos em restaurantes ou vendidos em supermercados geralmente são alimentados com Astaxantina sintetizada em laboratório a partir de petróleo e não produzem os mesmos efeitos da Astaxantina natural. 
 
A Astaxantina natural é uma substância de vermelho intenso e é conhecida como a rainha dos carotenos. Ela é produzida no interior da microalga que a protege da excessiva radiação ultravioleta do sol intenso. É por isso que um dos benefícios da Astaxantina é sua capacidade de proteger quem a ingere das queimaduras solares, além de proporcionar  uma coloração bronzeada na pele, desde que se evite os horários de pico do sol. 
 
Estudos revelaram que atletas que consomem Astaxantina natural obtém ganho de força e resistência, acelera a  recuperação muscular, tem ação antiinflamatória natural e pode ser útil para ajudar a aliviar sintomas e ajudar nos tratamentos médicos. Também ajuda a prevenir a saúde da visão e ajuda na recuperação de doenças inflamatórias dos olhos.
 
Por ser uma substância lipossolúvel, a Astaxantina deve ser ingerida junto com uma pequena quantidade de gordura saturada para ser assimilada adequadamente e carregada até o interior dos tecidos. Manteiga, óleo de coco ou ovos orgânicos são complementos ideais. Além disso, ajuda a prevenir danos cerebrais por isquemia e melhora a função da memória. 
 
Praticamente tudo o que tem coloração avermelhada, seja proveniente do oceano e viva livre em seu habitat natural, como o salmão, camarão e lagosta possui Astaxantina em sua composição, mas o salmão possui maior concentração da substância. 
 
 

  

Cassoulet



Um modo diferente e que enriquece o seu feijão do dia-a-dia. Além de nutritivo é saboroso, é um ótimo acompanhamento para o arroz e saladas.

Ingredientes:
4 xícaras de feijão branco cozido
2 cenouras em cubos pequenos cozidos
1 cebola picada
100g de bacon cortado em cubos
100g de linguiça calabresa defumada cortada em rodelas
1 xícara de molho de tomate
1/2 xícara de salsinha
100g de queijo parmesão ralado
sal a gosto

Modo de Preparo:
Refogue o bacon e a linguiça, acrescente a cebola. Quando dourar, acrescente cenoura, o feijão, o molho de tomate, a salsinha e o sal. Junte 1/2 xícara (chá) de água cozinhe por 15 minutos. Acrescente mais 1 xicara de água se for necessário, até que esteja cozido. Retire do fogo, adicione o queijo parmesão e leve ao forno por 5 minutos.


Casquinhas de atum



Uma receita básica que serve para entrada para almoço ou jantar, como também para coquetéis. É fácil e rápido para fazer, além de ser uma forma diferente de agraciar e surpreender seus convivas. Essa receita rende 12 casquinhas. Também pode ser servida em terrines pequenas.

Ingredientes:
2 pãezinhos francês em fatias

1 1/2 xícara (chá) de leite
1 cebola pequena picadinha
2 dentes de alho amassados

2 colheres (sopa) de óleo

2 tomates sem sementes picados

2 latas de Atum Ralado em Óleo Vegetal
sal e Molho de Pimenta a gosto

2 colheres (sopa) de farinha de rosca

2 colheres (sopa) de Queijo Parmesão Ralado

Modo de preparo:
Deixe os pães de molho no leite por 5 minutos

Doure a cebola e o alho no óleo

Junte o tomate e refogue

Junte o Atum e os pães

Tempere com sal e o Molho de Pimenta

Recheie as casquinhas,

polvilhe com a farinha de rosca misturada com o Queijo Parmesão Ralado

e leve ao forno (médio) por 20 minutos ou até dourar.

domingo, 28 de novembro de 2010

Torta de nozes ou amendoin




Ingredientes
2 latas de creme de leite sem soro
100 gramas de manteiga sem sal
2 xicaras açucar refinado
4 gemas
500 gramas de amendoim torrado ou nozes em massa
500 gramas de biscoito maizena doce

Modo de preparo
Bata a manteiga com açucar até branquer. Acrescente as gemas 1 a 1 batendo sempre. Junte a massa de amendoim ou nozes e o creme de leite aos poucos, até formar um creme. Monte a torta alternando 1 camada de creme e outra de biscoito molhado no leite, terminando com a camada de creme. Esfarinhe amendoim ou nozes picadas por cima. Leve ao refrigerador.

Também pode ser feita em porções individuais, em tacinhas.

Torta - massa básica



Esta é uma receita básica e que pode ser usada para qualquer tipo de torta doce assada, Tart Tatin, Torta de Maçãs, Frutas, Nozes Pecan… as possibilidades de recheios são infinitas.

Ingredientes
500 gramas de farinha de trigo
100 gramas de açucar
(não acrescentar na massa para salgados)
200 gramas de manteiga sem sal

1 ovo

100 ml de leite


O segredo aqui é a ordem em que você vai usar os ingredientes. Primeiro os ingredientes secos, farinha e açúcar, depois a manteiga. Misture com as pontas dos dedos para não esquentar a massa, até formar uma farofa misturando os ingredientes sem amassar. Faça um buraco no meio e coloque o ovo e a metade do leite. Misture e vá acrescentando o restante do leite aos poucos até a massa ficar lisa e macia. Dependendo da temperatura ambiente, pode precisar colocar mais um pouquinho de farinha. Corte a massa ao meio, forre uma forma para tortas , tampe com papel aluminio e leve à geladeira por 20 minutos. Depois leve ao forno por 25 minutos ou até dourar.


Torta de Limão




Ingredientes:
1 receita básica para tortas
3 ovos
1 lata de leite condensado
1/2 xicara de suco de limão
1/2 xicara de açucar
1/2 colher de raspa de limão

Modo de preparar
Faça a receita básica de tortas, asse e reserve até esfriar. Bata as gemas com o leite condensado e adicione o suco de limão e forre o funda da torta. Bata as claras em neve e adicione o açucar e a raspa de limão e despeje por cima. Leve ao forno moderado 190º por 15 minutos ou até dourar o suspiro. Espere esfriar e leve à geladeira pelo menos por meia hora.


Panettone trufado de nozes



Se você quiser transformar seu panettone de uma forma sofisticada, vai uma dica que irá encantar.

Ingredientes
1 embalagem de Panettone com gotas de chocolate 400 gramas

Trufa:
150g de chocolate ao leite
150g de chocolate meio amargo
4 colheres (sopa) de conhaque (20ml)
1 embalagem de creme de leite (100g)
½ xícara (chá) de nozes trituradas (40g)

Cobertura:
100g de chocolate ao leite
50g de chocolate branco

Para decorar:
4 unidades de nozes

Modo de Preparo

Trufa:
Em um recipiente corte em pequenos pedaços o chocolate ao leite e o meio amargo e derreta em banho-maria ou no microondas. Desligue o fogo, acrescente o creme de leite, o conhaque, as nozes e misture bem. Reserve.

Cobertura:
Corte em pedaços o chocolate ao leite e derreta em banho-maria ou no microondas. Reserve. Em seguida corte o chocolate branco em pedaços e derreta em banho-maria ou no microondas. Reserve.

Montagem:
Retire a tampa do panettone com 3cm de espessura. Tire cuidadosamente o miolo deixando 2cm de massa nas laterais. No fundo do panettone coloque a trufa, por cima o miolo e finalize com a tampa. Espalhe o chocolate ao leite derretido por todo o panetone e leve à geladeira até endurecer. Em seguida espalhe o chocolate branco derretido sobre o chocolate ao leite. Ainda com a cobertura úmida decore com nozes.